domingo, 6 de maio de 2007

Para os insones


Tá aí, três coisas que amo num só post: mar, lua e poesia. Um pouco mais de quietude é o que se espera na vida.. Aí vai uma para os insones! Beijosss


Reflexões da Meia-Noite

A mente é um túnel de indagações
Um buraco profundo com orifícios
Onde moram as nossas intervenções
A lei emana do alto, mas isso é fato duvidoso
Se a lei é dos homens, ela vem de baixo
E não cabe a ela ser prepotente
Então de onde brota e verdade?
Vertente de luzes e caminhos paralelos
O fato é apenas uma versão
A certeza se dilui em farelos


A Igreja se diz redentora
Mas não há redenção na culpa
E como surgir paz numa auto- sepultura?
Cova de flagelos e atormentações
A solução dos homens é dizer amor
Mas erram em pensar que duas metades se fundem
Um homem só pode ser por inteiro
Sua metade reside no interior do seu meio
E o meio-ambiente do homem é dentro de si mesmo

O que fica sem resposta é o amanhã
Mas não é amanhã por não termos certeza?
Por que não então vivermos a cada dia nova destreza
ao invés de nos atirarmos do mundo,
afogados em nossas cabeças?

A voz oculta me ensina que devo ser forte
Mas força para mim é conseguir enfrentar o meu oculto
É superar o que em mim me faz obscura
Embora às vezes me perca, confusa
Os homens são otimistas de pouca fé
São aves sem asas que precisam de vento condutor

Iludem-se os falsos diferentes
Mas suas condutas são dignas
Melhor fugir do que viver padronizado
Prefiro a ilusão a ser alienado
Ao menos se tem uma luta


Tanto há o que se ver com os olhos do coração
Isso é tão mais fácil que entender nossa prisão
E a vida é tão rápida, meu amigo, ela acaba
Ela pode se perder em anos de preocupação
No final o que fica é apenas ser
É se saber quem foi
E isso se mede em afetos
E isso se sabe pelas lembranças
Das cenas, dos anos, das danças


Quem dança bem na grande roda
É aquele que não perde o passo

3 comentários:

Luluca disse...

Tão bonita!!

Brenda disse...

Foda!
Já roubei e coloquei no meu profile no orkut. Tirei a letra de Raulzito q tinha lá e coloquei Cristine Gerk!
Vê só!

beeeeijos, ciumentinha!! rs

Daniel disse...

Muito bom seu texto!

Bom te ver ontem, poeta que eu amo d+!

bjao