segunda-feira, 23 de abril de 2007

Inauguração


Olá pessoal!!! A partir de hoje este espaço está reservado para a minha arritmia poética! Vou postar poesias, novas e velhas, e espero criar uma rede de amigos que compartilhem deste interesse, além de atrair a atenção dos velhos amigos que gostem do assunto. Para "abrir os trabalhos", vou colocar aqui uma poesia que escrevi há algum tempo, mas traduz o que estou sentindo agora. Ela também está na minha página no Jornal de Poesia (http://www.revista.agulha.nom.br/poesia.html) Grande beijo e sejam bem-vindos!!!

Não quero mais falar de amor
Não quero rimas, métrica, rancor
Não quero leitor, choro, reconhecimentos
Não quero tormento e nem lápis de cor

Não quero mais pintar sorrisos
Não quero cobranças, sonhos inúteis
Não quero mais ouvir pessoas fúteis
Não quero nem entender o que se passou

Não quero esperar que nada aconteça
Não ´tô mais afim de condessa
Dizendo que é dona da verdade
Não quero mais falsa amizade
E nem propaganda na porta
Não vou mais ouvir essa droga
Desse noticiário mentiroso
Com esse apresentador asqueroso...
E nem quero mais que esse poema termine

Não quero também nenhuma regra
Não gosto de gente fingida
Detesto quem não pensa na vida
E também acho que eu já penso demais

Não quero barata, cupim nem bezouro
Não quero seu ouro nem que arranquem meu couro!
Não quero bandido, polícia, guerra
Não quero mais ser donzela, agora sou dona do morro!

Não sei o porquê da revolta
Não tenho motivo para tal
Se tivesse também não diria
Hoje não quero poesia
Só quero falar do que eu não quero

E para não dizerem que sou exigente
Eu aceito essa cervejinha gelada, com maresia
Para mim tudo bem uma sombrinha
E façam silêncio
Que essa rede não fica mais vazia.


9 comentários:

Raphael disse...

precioso!!!

não gosto de comentar em blog, nem em orkut qdo eu tinha...não quero porra nenhuma também...apenas a felicidade de quem merece... como você, cris!
bjs!

Juliana disse...

Muito bom! (Mas eu já te disse isso, então fica redundante!) :-*

Marcelle disse...

Cris,
Adorei!
Bjs

Harrison disse...

Oi Crix...agora vai mostrar pro mundo o seu talento é ? ^^
Eh nox...sempre !!!
Bjux

Brenda disse...

Perfeito! Confesso que eu me assustei quando vc disse "entra no blog q eu criei", e agora eu estou muito feliz q vai nos mostrar suas pérolas!
Essa eu não conhecia, maravilhosa!
T amo! Essa semana é nossa, hein, chuchu! hehe

Beeeeeeijos!

Juliano disse...

mto bom Cris!
Parabens!

Brenda disse...

Já tá na hora de colocar outra obra-prima aqui.

Luciana disse...

Daqui a pouco seu blog vai estar naquelas listas malucas dos mais acessados e vc vai virar a maior poetiza-ciber-mor de todas!!! hehe
Amiga, te amo muitão.
bjs da Lu

Eliane Lili disse...

minha filha é poeta,
é linda, e muito amada,
só posso falar um pouquinho,
não quero conversa fiada,
senão vão falar mal de mim,
dizer "que mãe arrojada..."
metida a muito sincera,
é coruja disfarçada....