domingo, 4 de novembro de 2007

Andar de hoje...

Foto by Cris. Poesia bem antiga, mas me senti assim hoje.. Beijos para todos que comentam e para os que não comentam tb.. aliás, beijos tb para os que nem visitam o blog e para os visitantes! rs

Simples

Ando pela rua
Vejo um pássaro
Tão passarinho
Penso na vida
Árvore da folha verde
Tão singela verdinha
Tiro meus óculos
Sento na terra
Piso na pedra
Só dureza, nova vida de dureza
Penso nessa pura destreza
Firme, forte, segura
Passa frio, passa chuva, passa fissura
E continua com sua força de apoio


Vejo o trigo de sol amarelo
Tão quentinho
E a moça dos olhos de névoa
Que sobrevoam essa selva
Que virou o mundo dos homens
Seguro com força o chão
Esse fixo que me dá proteção
Mas tão mais leve é flutuar
E voar por essa rua
Sentir cada simples perfume
Do mar, da brisa, da lua
Tão nua, também tão minha


Ah, se eu visse sempre esse mundo
com outros olhos!
Olhos de chama
Sem a areia, que embaça a clareza
de ver no simples
o sentido da maior grandeza
Para ver tudo mais claro
Não pode existir o bizarro
Só se pode aceitar que há
Essa engenhosa máquina
Perfeitamente perfeição
Andar pela rua de verdade
É sentir a trivial realidade
Andar marcando as pegadas
Seguir com a alma na mão
Sem medo de pisar em farpa
Cada poro do corpo expirando sensação


Esse andar foi meu hoje pela rua
Quem me dera fosse o andar diário
Do universo restrito
da minha complexa criatura

3 comentários:

Mário Cesar Filho disse...

quanto tempo sem um texto novo. mas cá estou eu de novo, mergulhando nesse seu terreno fantasioso, ao mesmo tempo prazeroso! Uma poesia simples, simples não de pobreza de palavras, mas de simplicidade da alma, simples como todos deveríamos ser, em andar pela rua e perceber os nossos sentidos e o sentido que a vida nos dá diariamente. Esse sentimento de paz, de tranquilidade, de um dia após o outro. Gostei do que li, como sempre! Só sinto falta de mais textos por aqui. Seria falta de tempo? Beijo grande e saudades, minha amiga Cris!

Albergaria disse...

Tenho que passar mais vezes aqui e devanear liricamente com você. Adoro suas poesias!!!!
Beijão

Beralzir disse...

Cris, você sabe que sou seu fã número hum, sendo assim eu indiquei seu blog em um meme que me chamaram. O nome é “meme da amizade(uiii)”, meme já é gay, ainda mais da amizada(uii). Não foi eu que dei o nome. Enfim, estou te convidando para participar também, é só indicar 10 blogs no seu blog. Sei que voê não vai participar, pois seu blog é de poesia apenas, mas só pra saber que eu indiquei e vai gerar mais visitas ai.

Beijos e até