domingo, 26 de agosto de 2007

Atualizando

Andou meio parado, mas estou de volta! Acabei de escrever esses versinhos aqui, quando pensava em "pra que atualizar o blog?".. aí vai a minha resposta, curta e singela..rs

Meu amigo, a quem dirijo este rascunho,
não sei qual o teu nome e
nem com que te alegras
Só sei que vives inquieto,
e choras quando estás só
Sei também que apesar da tua dor,
não tens vergonha de rir
de errantes como tu em situação pior
Meu amigo, de muitas conversas e pouca verdade,
eu não sei por que ardes e nem até onde toleras
Mas eu sei que esperas, quando entra a noite,
que uma mão te afague,
que um sim te recupere.
Não sei para quê falo,
para quem dirijo minha palavra vazia.
Mas sei que tu, somente tu, me ouves
E sei que isso alivia a tua agonia.
Pelo menos pensar assim alivia a minha
E te oferecer a minha palavra a torna menos vazia.

4 comentários:

Diogo disse...

Por qual motivo atualizar? Talvez por falta de motivo ou pretexto para quem queremos escrever. Talvez...Ou então por falta de coragem de permanecer errante num mundo onde a tristeza é disfarçada por um sorriso sem motivos pra rir. Ou então é só uma viagem passageira que passa quando chegar a hora certa e atualiza quando deixar de ser efêmera.

iriri disse...

O que eu vejo nesse texto é que se alguém no meio da multidão der atenção e isto der conforto aquela pessoa, já vale a pena continuar escrevendo. Mesmo que esta pessoa seja você mesma! ;) beijão!

eliane disse...

Atualizar é preciso, sempre. Nossa mente não está sempre sendo atualizada? A tua criatividade também. Os teus devaneios também. São sempre lindos e profundos.
Beijos

Judy Rock(s) around the clock disse...

Este está muito bom hein, Cris? Boa metapoesia sempre surge quando nos questionamos sobre porquê raios estamos aqui entre letrinhas. Beijo!